Homero Costa Advogados

+55 (31) 3282-4363
advocacia@homerocosta.adv.br

Publicações



Notícias



Tema tem repercussão sobre Imposto de Renda

Segunda-feira 21 de Agosto de 2017.

Por Arthur Rosa | De São Paulo

A 1ª Turma do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região garantiu a um contribuinte a exclusão do ICMS do cálculo do Imposto de Renda (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) apurados pelo lucro presumido. Como a base é a receita bruta, os desembargadores aplicaram o entendimento adotado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para o PIS e a Cofins.

Em seu voto, o relator do caso (apelação nº 5018422-58.2016. 4.04.7200/SC), desembargador Jorge Antonio Maurique, afirma que "o mesmo raciocínio se aplica à hipótese dos autos" E acrescenta: "O fundamento é idêntico em ambos os casos, residindo no entendimento de que os valores recolhidos a título de ICMS não compõem o conceito de receita" - entendida como o produto da venda de bens nas operações de conta própria (artigo 31 da Lei 8.981/95).

A decisão, unânime, de acordo com o advogado Allan Moraes, do escritório Salusse Marangoni Advogados, é um dos inúmeros desdobramentos do julgamento do STF. "O mesmo fundamento pode ser aplicado ao ISS, à Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB) e ao limite de opção pelo lucro presumido. Pode-se questionar se o limite de receita bruta anual de R$ 72 milhões é com ou sem ICMS", afirma.

___________

Fonte: Valor Econômico



Nossa Missão:

Apoiar os  nossos Clientes na realização de seus negócios, evitando-se litígios, prestando serviços jurídicos compromissados com a ética, responsabilidade e excelência.

Rua Manoel Couto, 105 Cidade Jardim CEP 30380-080 Belo Horizonte MG / Tel.: 31 3282-4363 Cel.: 31 9613-2297 e 31 9834-6892 Fax: 31 3281-2015
SITE DESENVOLVIDO POR ACT COMUNICAÇÃO EM PARCERIA COM READYPORTAL