Homero Costa Advogados

+55 (31) 3282-4363
advocacia@homerocosta.adv.br

Projeto Social




Fundamar

Homero Costa Advogados apoia e patrocina um Projeto Social – FUNDAMAR – Fundação 18 de Março, criada em 1978 por Teresinha Prado Costa e Túlio Vieira da Costa (07.03.1924 - 09.09.2013), uma organização não-governamental sem fins lucrativos, que objetiva, dentre outros, a educação na zona rural e serviço social, reconhecida por seu trabalho voluntário perante a 150 entidades do país. Vale esclarecer que a FUNDAMAR- Fundação 18 de Março nasceu como projeção do Departamento de Assistência Jurídica de Homero Costa Advogados.

Por essa motivação, desde a instituição da FUNDAMAR, no limitado âmbito de sua atuação e de seus recursos, esta vem subsidiando o Estado, criando condições para a assistência às pessoas físicas carentes e jurídicas sem fins lucrativos.

A FUNDAMAR foi inicialmente imaginada apenas para suprir uma lacuna no atendimento judicial, limitada à assistência aos carentes de recursos. Assim, em convênio com Homero Costa Advogados a idéia foi formalizada em 1978 e é realidade até hoje.

Cabe a Homero Costa Advogados o encargo de prestar assistência jurídica, de forma voluntária, às pessoas indicadas pela Fundação.

A FUNDAMAR também concede bolsas de estudos e manutenção para jovens carentes, em níveis técnicos, de graduação e pós-graduação de cursos em áreas onde a Fundação atua. Também implanta e desenvolve projetos sociais auto-sustentáveis em áreas rurais de Minas Gerais, através da organização de núcleos de educação integrada que englobam o ensino formal, pré-profissionalizante, além de saúde, alimentação, cultura e lazer.

A FUNDAMAR também realiza outros projetos, como a Fazenda Escola FUNDAMAR, que atende a mais de 500 crianças na zona rural de Paraguaçu, sul de Minas, preservação do acervo da Biblioteca Amílcar de Castro, organização do Fundo de Arquivo Carlos Lacerda, a Biblioteca Homero Costa, entre outros.

 

Palavras da Homero Costa sobre o projeto

Assim: - Era uma vez um jovem advogado, Túlio Vieira da Costa, casado com Terezinha Prado Costa, de cuja união nasceram quatro filhos, que se viu com um diploma na mão e um escritório de advocacia montado, totalmente equipado, pronto para recebê-lo. O escritório nasceu em Machado, MG, em 1918, fundado por seu Pai, Homero Paulino da Costa.

Ele então sonhou...

Sonhou em transformar aquele escritório bem alicerçado e de boa reputação, mas modesto, em um grande escritório que não tivesse apenas as causas de Belo Horizonte mas, também, de outras capitais e sempre sem perder de vista a assistência jurídica aos menos favorecidos, hoje conhecida como advocacia “pro bono”, advocacia para o bem, advocacia comunitária. Um escritório, enfim, que se tornasse uma referência.

O sonho aconteceu em 1947. Passados 20 anos, em 1967, o sonho estava realizado com um escritório sediado em área nobre de Belo Horizonte, correspondentes em diversas capitais e presença firme em São Paulo. Foram seus anjos tutelares, Noé Azevedo, presidente da OAB/SP e José Martins Pinheiro Neto, leia-se Pinheiro Neto Advogados, ambos de São Paulo. Antes, em Belo Horizonte, Homero Paulino Costa e Euler Salles Coelho, este uma fada muito especial que apareceu para desvendar ao jovem advogado sonhador um largo e pavimentado caminho para o exercício da profissão.

A FUNDAMAR, o segundo sonho, como se verá, é uma decorrência desse escritório sonhado e do trabalho profícuo dessa gente que o formou e o mantém até hoje. Muitas pessoas!

Túlio Vieira da Costa, Diretor Presidente da FUNDAMAR, substituído em 2001, esteve à frente da instituição por quase 25 anos. Exerceu o múnus de Conselheiro Nato do Conselho Curador até a data de seu falecimento, 09.09.2013.

Photo Gallery




Depoimentos

aspasUma Experiência única e bem-sucedida em educação rural brotou no meio das plantações de café no município de Paraguaçu, no sul de Minas Gerais. A escola estadual Fundamar foi escolhida como exemplo nacional pela Fundação Abrinq, uma das principais entidades de proteção à criança e ao Adolescente no país. Situada a 7 quilômetros da sede da pequena cidade mineira, a Fundamar aparece como uma ilha de excelência. "Ela se destacou por valorizar a vida comunitária e os saberes próprios da cultura do campo" diz Rubens Naves, diretor-presidente da Abrinq, que deu à Fundamar o Prêmio Criança 2002. A ideia é que a escola sirva de modelo para um país onde mais de 32 milhões de pessoas ainda vivem no campo e que oferece uma educação rural com uma coleção de estatísticas decepcionantes, segundo as avaliações do Ministério da Educação. A Abrinq vai distribuir nas redes pública e privada 2 mil livros contando a história da Fundamar. 

Rubens Naves, diretor-presidente da Abrinq

aspasA FUNDAMAR é um exemplo de iniciativa privada que realmente carrega valores e princípios capazes de dar frutos saudáveis, tanto àqueles que são servidos, como também aos que servem. O aroma desta boa ação exala e encanta no ar! Enfim, é um modelo de colaboração a ser seguido e apoiado.

Bernardo José Drumond Gonçalves 
- Conselheiro Fiscal da Fundamar

aspasA Fundação nasceu em mim há muito tempo. E agora que vislumbro possibilidade material de constituir um fundo razoável para esse fim, quero que ela não seja apenas a retribuição aos que me ajudaram a formá-la, mas seja uma exteriorização do melhor de nós todos.

Túlio Vieira da Costa - advogado e instituidor da Fundamar Fundação 18 de Março
 

Apoio

Saiba Mais Sobre a Fundamar
Seja um Voluntário

Nossa Missão:

Apoiar os  nossos Clientes na realização de seus negócios, evitando-se litígios, prestando serviços jurídicos compromissados com a ética, responsabilidade e excelência.

Rua Manoel Couto, 105 Cidade Jardim CEP 30380-080 Belo Horizonte MG / Tel.: 31 3282-4363 Cel.: 31 9613-2297 e 31 9834-6892 Fax: 31 3281-2015
SITE DESENVOLVIDO POR ACT COMUNICAÇÃO EM PARCERIA COM READYPORTAL