Homero Costa Advogados

+55 (31) 3282-4363
advocacia@homerocosta.adv.br

Notícias



Certificações crescem exponencialmente

Segunda-feira 16 de Novembro de 2015.

Por De São Paulo

A busca por maior segurança nas transações virtuais estimula o segmento de certificação digital. A tecnologia cria uma espécie de identidade eletrônica - com dados sobre a pessoa física ou jurídica protegidos por chaves criptografadas - capaz de comprovar quem realizou a transação no sistema. O setor tem crescido de forma acelerada. Entre junho de 2014 e setembro deste ano, 4,16 milhões de certificados digitais foram emitidos no país, de acordo com dados do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI). "Temos uma agenda de governo que motivou o avanço nos últimos anos e está promovendo o uso da certificação", destaca Renato Martini, diretor-presidente do ITI.

Com os avanços na digitalização da Receita Federal e da escrituração contábil, além da emissão de notas fiscais eletrônicas, as empresas cumpriram um cronograma para adquirir certificados capazes de estabelecer comunicação segura com os sistemas do governo. "É preciso garantir quem está acessando as bases e enviando informações para proteger o governo e os contribuintes", diz Antonio Cangiano, diretor-executivo da Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD).

O sistema judiciário também aderiu às chaves, o que forçou o uso da tecnologia por profissionais liberais como os advogados. O crescimento dos prontuários eletrônicos tem movimentado os negócios na área médica. Entre as vantagens está a redução da burocracia e a economia com papel e logística na entrega de documentos. "O desafio agora é ampliar a base de pessoas físicas", diz Cangiano.

Para isso, o acesso à tecnologia tem de ser repensado. O preço ainda é alto para o consumidor final que resolver adotar a ferramenta para o dia a dia (mais de R$ 400 por três anos de uso). Além disso, é preciso ampliar a base de serviços disponíveis - hoje centrados nos públicos - e incorporar atividades como compras por meio do comércio eletrônico.

De acordo com Claudia Tazitu, gerente-executiva de certificação digital da SerasaExperian, o investimento compensa, uma vez que a tecnologia protege o consumidor de fraudes. "Os crimes estão migrando para a internet", alerta. O Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude - Consumidor apontou que, em setembro deste ano, aconteceram mais de 160 mil tentativas de fraude conhecida como roubo de identidade, nas quais dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios no mundo físico. "Na rede mundial, os volumes se multiplicam", diz.

Para ela, não é simples reduzir os custos da aplicação, uma vez que a atualização tecnológica é primordial para oferecer proteção. "Os cibercriminosos são sofisticados. Temos sempre de criar novas barreiras e dificuldades", explica Cláudia.

Maurício Balassiano, diretor de produtos e tecnologias da Certisign, aposta no avanço de tecnologias como a internet das coisas e a mobilidade para ampliar a emissão de certificados digitais no Brasil. Segundo ele, garantir a comunicação segura entre as máquinas demanda a autenticação dos equipamentos, como é feito hoje com as pessoas. "Podemos fazer isso criando certificados especiais para estas operações", afirma.

A telefonia móvel também está na mira da indústria. Os planos dos certificadores é criar chaves criptografadas para inserir em celulares e outros dispositivos com acesso à internet. O certificado móvel criaria uma carteira de identidade para ser lida pelos sistemas eletrônicos, do comércio eletrônico até os caixas de supermercados na hora de pagar compras. "Para o consumidor final, é preciso conectar a certificação digital à conveniência", diz Balassiano.

A Certisign aposta ainda no avanço da biometria - tecnologia capaz de capturar dados biológicos como impressão digital e leitura da íris - nas operações digitais. Entre os setores com maior apelo para a biometria está o de operações financeiras.

__________

Fonte: Valor Econômico

Nossa Missão:

Apoiar os  nossos Clientes na realização de seus negócios, evitando-se litígios, prestando serviços jurídicos compromissados com a ética, responsabilidade e excelência.

Rua Manoel Couto, 105 Cidade Jardim CEP 30380-080 Belo Horizonte MG / Tel.: 31 3282-4363 Cel.: 31 9613-2297 e 31 9834-6892 Fax: 31 3281-2015
SITE DESENVOLVIDO POR ACT COMUNICAÇÃO EM PARCERIA COM READYPORTAL